Cá entre nós: Me apaixonei pelo meu melhor amigo. E agora?



 
"Eu me apaixonei pelo meu melhor amigo. Difícil para mim ver todas essas letras escritas juntas e assumindo para todos os seus leitores que eu estou completamente apaixonada pelo filho da melhor amiga da minha mãe. Nos conhecemos quando nossas mães nos levaram ao aniversário da minha prima. No início éramos apenas crianças competindo para saber quem comia mais doces em menos tempo, hoje eu já não consigo ficar um dia sem pensar nele. 


Moramos perto, estudamos na mesma escola e na mesma sala. Ele senta atrás de mim, mexe no meu cabelo durante a aula e implica com o fato dos meus cachos caírem na sua mesa. Mesmo sendo da mesma sala, ele é mais velho do que eu um ano (tenho 16 anos e ele 17.) Na volta, ele me leva até a porta de casa, eu enrolo para não chegar logo, ele nota isso, mas parece não importar porque sempre pegamos o caminho mais longo. A despedida é super normal, eu pego as chaves, abro o portão e ele diz ‘tchau’.


Eu acho que ele me olha de um jeito diferente, sabe, Mari? Quero muito acreditar que isso seja um ponto positivo, mas tenho muito medo de ser apenas o jeito dele de cuidar de mim, talvez ele me veja mais para uma irmã do que uma futura namorada. Pelo fato de termos crescidos juntos, isso pode acontecer, né?! Olha, eu nunca quis que isso acontecesse. Sempre lutei contra, tentei me interessar por outros meninos, mas meu coração não batia com eles como bate pelo meu melhor amigo.


Já escrevi algumas cartas para ele tentando me declarar, mas nunca tive coragem de entregar. Também tentei tocar no assunto, mas não saiu. Ele nunca comentou de outras meninas na minha frente. Ele tem outras amigas também, mas eu percebo que não é como a nossa amizade. Os amigos dele ficam fazendo brincadeirinhas sobre nós dois. Você sabe como é... 


Também tenho muito medo da minha mãe e a amiga dela não aceitarem. Eu não sei o que faço. Tenho muito medo de aparecer alguma garota mais corajosa do que eu, ele se apaixonar por ela e ver que eu não sou tudo que ele pensava.

O que eu faço? Me ajuda!"

 
Oi, P*! Obrigada por confiar em mim com seu desabafo, espero dizer as palavras certas para você e que tudo se resolva em breve, viu?

Quem nunca teve uma paixãozinha pelo melhor amigo, né? Atire a primeira pedra, hahahah. Super normal isso acontecer, tem gente que acha errado, mas eu não vejo nada, na-da demais nisso. Se a pessoa é seu melhor amigo, vocês têm muita coisa a ver, combinam, se divertem juntos e etc. Há sintonia e quando você percebe, puft, está apaixonada. Você não escolhe por quem vai se apaixonar, simplesmente acontece. Não sinta-se culpada por isso. No meu ponto de vista, as possibilidades de dar certo são gigantes! 

Quando li seu email logo me imaginei num daqueles filmes de comédia romântica que a gente vê. Uma história linda que eu torço muito para dar certo e para isso depende de você! Pelo o que me contou ele parece emitir todos os sinais que está a fim e você só vai saber disso se investir.

Não tenha medo, P*. Nunca tenha medo de arriscar a tomar atitudes que irão te fazer ainda mais feliz. Crie coragem e entregue uma dessas cartas que escreveu, deixe no meio de algum caderno dele, jogue dentro da mochila ou simplesmente entregue olhando nos olhos  e diga: “Escrevi isso para você.” Convide-o para fazer algo só vocês dois, um cinema, um passeio em algum lugar legal na sua cidade e veja o que acontece, como ele reage. 

Eu sempre sou a favor de todas as atitudes que tragam felicidade, por mais arriscada que sejam e por mais medo que eu tenha. A gente acha que não, mas o tempo é curto. Quando menos esperamos a oportunidade passa e o arrependimento toma conta e nada pior do que deitar no travesseiro com aquele gigante "E SE?" na cabeça!

“Você só precisa de 20 segundos de uma coragem insana!”, ouvi essa frase no filme “Compramos um zoológico” e depois disso minha vida nunca mais foi a mesma. É como se fosse meu mantra, sabe? A gente não tem que ter medo dessas coisas, se é pra ser feliz, vamos nos permitir! Tome a frente nesta situação, meninos são difíceis mesmo de perceber quando tem alguém interessada. Eles preferem ficar só na implicação, sabe? Hahahah. Vá além disso! 

Sobre a sua mãe: também não tenha medo. Ela conhece ele, sabe que é uma boa pessoa, conhece sua futura sogra e não deixaria você tão próxima dele se não te fizesse bem. Mães querem que os filhos sejam felizes e se ela vê que ele te proporciona isso, não há porque não permitir. 

É como diz aquele ditado: “Você tem a faca e o queijo na mão”, garota! Só não o pressione demais se perceber que ele realmente gosta de você. Deixe acontecer naturalmente, essa fase da paixão inicial é mais gostosa, vai por mim!

Depois que tudo se resolver, me conta, ok?

Um enorme beijo! Tudo vai dar certo, acredite.

Quer mandar um email para mim? Escreva para: 1quartodecafe@gmail.com, estou te esperando!

Você pode gostar também

0 comentários

Deixe sua opinião! Amamos entrar em contato com vocês.