Sobre sonhar pelos outros



 
Leia ouvindo:
Take Your Time by Sam Hunt on Grooveshark 

Todos nós temos desejos, sonhos e vontades. Crescemos e criamos algumas ideias fixas ou aleatórias e torcemos fielmente para que aconteçam. Em algumas situações, para esses sonhos serem reais precisam de outras pessoas. “Quero que meus filhos sejam melhores amigos e compartilhem um jogo favorito. Quero que minha amiga passe para a mesma faculdade que a minha, nós vamos estudar na mesma sala e dividir quarto. Quero que minha família esteja sempre unida. Incluindo feriados, aniversários e almoços de domingo. ” E é aí que mora o perigo. 

Sonhar é lindo. É a possibilidade de fazer a mente flutuar, visitar novos ambientes. De pensar grande, sair da nossa rotina pacata. Fechar os olhos e imaginar um mundo diferente. Inconscientemente incluímos pessoas que, talvez, não dividem as mesmas vontades. Eu não quero fazer o mesmo curso da minha melhor amiga, nós não temos nada a ver. Ela ama matemática, eu geografia e mesmo assim não significa que eu não a ame ou que não nos veremos mais. Só não temos o mesmo desejo.

Chega uma determinada hora na vida da gente que os caminhos mudam, sabe? A gente cresce, nossos pais são nossa base e nos ensinam a sobreviver. Dão dicas e ensinamentos, aprendemos a agir diante das situações, a ser responsáveis e fazer as coisas certas. Alguns até custam a entender que não somos propriedades privada deles e nos querem por perto a todo instante. 

Trombamos com pessoas totalmente diferentes da gente e ainda assim temos a flexibilidade para conviver. Fazemos amizades com pessoas incríveis que consideramos irmãos, juramos amor eterno uma vez ou até mais e depois, quando aparece o que é verdadeiro queremos dividir a vida, queremos que ele fique. 

Tudo isso faz parte da vida, somos levados a acreditar e sonhar, mas não se decepcione caso sua vontade não coincida com a do próximo. Nós somos seres únicos, os sonhos nem sempre serão os mesmos. Não seja egoísta e faça alguém ficar por realização própria. Todos nascemos com asas que ficam dobradas e encolhidas por algum tempo, mas a hora de abri-las e lançar-se ao vento chega. Chega quando você menos espera. Chega quando você acha que vai levar a filha para aquela viagem que sonhou. Por ela. 

Não pense que estou dizendo para não sonhar. De jeito nenhum. Sonhar é uma das melhores coisas permitidas e de graça que podemos fazer. Continue com seus planos e acima de tudo vá atrás, mesmo que o caminho seja sinuoso demais e distante de quem você gostaria que estivesse por perto. Todos têm o direito e merecem seguir os passos que seu coração implora todos os dias. É sufocante viver uma vida onde você tem que viver os sonhos dos outros. O que você quer pode ser melhor para você, mas nem sempre será para as outras pessoas.

Gostou do texto? Gosta de como escrevo? Não esqueça de comentar! Adoro saber sua opinião. 

Você pode gostar também

0 comentários

Deixe sua opinião! Amamos entrar em contato com vocês.