História da leitora: Melhor amigo, parceiro e confidente



"Eu me chamo Mariana e quando vi seu sorriso pela primeira vez no ônibus da faculdade, meu coração acelerou, eu perguntei seu nome a um conhecido e o adicionei no Facebook. Logo ele me aceitou e puxou conversa. Durante umas duas semanas conversamos pelo Facebook, mas já era como se fôssemos velhos conhecidos.

Conheci o Igor numa terça-feira, logo após as aulas. Eu estava nervosa, cheguei primeiro em frente a faculdade, mas não demorou muito e logo ele apareceu. Minha vontade naquele momento era de correr, mas quem disse que minhas pernas se moviam? Eu apenas sorri e disse "oi" timidamente. Ele me cumprimentou com um beijinho no rosto e a única coisa que pensei foi "puts, como ele é alto!" 

Com ele a conversa simplesmente fluía, mas eu só conseguia prestar atenção em como ele arrumava os cabelos, ou a bolsa nas costas, ou no sorriso e na risada mais linda. Lá por volta das suas oito e meia da noite os amigos dele chegam,e nisso ficam apressando ele, e bom, ele me beijou! E eu não queria mais solta-lo.

No dia seguinte nos encontramos novamente, e depois, e depois, e depois... Já tínhamos nosso lugarzinho, um banquinho em frente a sala dele, onde namorávamos entre os intervalos das aulas. Quando saiamos íamos para a orla ou a praça da catedral, ficávamos conversando até umas dez horas da noite, depois cada um ia para o sua casa.

Como não tinha WhatsApp, eu ligava para ele todos os dias, sem exceção e passávamos horas conversando e nos conhecendo. Ele sempre me lembrava que é muito chato, mas foi exatamente isso, essa chatice toda dele, que me fez ter a certeza de que eu queria ficar com ele. Aproximadamente um mês e meio depois ele me pediu em namoro no dia do meu aniversario. Eu estava em um café com umas amigas, quando um amigo dele (que eu ainda não conhecia) entrou com um lindo buquê de flores em minha direção, alguns minutos depois ele entra e me pede em namoro, o que eu respondi eu não lembro, porque eu estava tão emocionada e chorando que lembro apenas de beija-lo!

Nesses quase nove meses juntos, nós já discutimos feio e eu nunca tive tanto medo de perder alguém. Nós já passamos quase dois meses distantes e nosso amor só se fortaleceu, porém eu nunca imaginei que pudesse sentir tanta falta de alguém como senti falta do meu amor.
 
Ele é o meu melhor amigo e parceiro, meu confidente e as vezes até inimigo, mas ele conhece melhor que ninguém, cuida e se preocupa comigo, assim como eu quero o bem estar dele. Temos planos de viajar juntos e se Deus quiser formar uma família! Em muitos aspectos somos muito diferentes, mas também temos pensamentos e questionamentos em comum, eu sou a sua garotinha e ele é o meu anjo, que mesmo sem saber o que é o amor, me ama da forma mais simples e pura!"

Quer contar sua história para gente? Manda um e-mail! Vamos adorar publicar: 1quartodecafe@gmail.com

Você pode gostar também

0 comentários

Deixe sua opinião! Amamos entrar em contato com vocês.