E se a gente juntasse as pequenas alegrias?

Não sei se você já ouviu a música "Pequenas Alegrias" de Marcela Taís, mas ela traz uma mensagem tão simples e verdadeira que eu tive que vir aqui escrever.
Já parou pra pensar em quantas coisinhas pequenas e felizes acontecem todo dia em sua vida? Talvez não. Eu também não reparava nelas. Afinal, é mais fácil olhar para os problemas e enfatizá-los a ponto de quase engolirem a nossa vida. Parece até que estamos treinados para ver só o lado ruim de tudo e de todos!
Mas, em um dia qualquer do ano passado, resolvi fazer o que chamo de "potinho de bênçãos", outros chamam de "potinho da alegria/felicidade" (a Camilla ensinou aqui como fazer um potinho das realizações), que consiste em você observar as coisas felizes que acontecem com você todos os dias, depois escrever e guardar no potinho. Daí quando você estiver triste, pode abrir e reler.

Pode ser qualquer coisa: um cafuné, um abraço, ter atravessado a rua em segurança, ter visto um beija-flor, ouvir os pássaros cantando, ter algo para comer no momento que a fome aperta, achar dinheiro no bolso, banho de chuva, uma mensagem inesperada de alguém especial ou uma gargalhada gostosa. Qualquer coisa que tenha te deixado feliz naquele dia. Viu como é fácil? Viu como todos nós estamos cercados de pequenas alegrias todos os dias? Você não é exceção. O simples fato de você estar aqui, respirando, é algo a ser comemorado (e muito!).

O meu desafio hoje é parar e analisar as coisas boas que acontecem comigo, parar de dar tanta importância para o que não deu certo ou para o que não aconteceu da forma que eu esperava. A vida tem sido mais leve dessa maneira. Deixe a vida ser leve pra você também.

"Mas se a gente juntasse as pequenas alegrias seríamos felizes todos os dias"
 

Mais sobre mim: Eu Rabisco

Você pode gostar também

0 comentários

Deixe sua opinião! Amamos entrar em contato com vocês.