Um dia quis voar

 

Não porque fujo das estradas que a vida me faz percorrer.
Não porque no mar às vezes fico pra lá e pra cá.
No céu não tem árvore, não tem peixe, não tem casa de madeira. No céu tem estrelas.
Mas um dia quis voar.
Porque parece que o céu não tem dono. Está lá, às vezes azul, às vezes escuridão. Está lá sustentando muitas coisas, talvez o universo.
E mesmo assim suas nuvens formam figuras de bichinhos. E de lá caem pingos que parecem cristais de vidro.
E também lá os pássaros viajam para o Sul. E se o céu é todo liberdade, é lá que eu quero estar.
Voando.

Você pode gostar também

0 comentários

Deixe sua opinião! Amamos entrar em contato com vocês.