Somos feitos de estrelas

Clique para ouvir Paris - The Chainsmokers enquanto lê o textinho. 

Amo dias nublados, ver a névoa cobrindo a paisagem, sentir o vento geladinho batendo em meu rosto, como um gesto de carinho dizendo que tudo ficará bem. Mas, incoerentemente, eu não gosto nada de noites nubladas, olhar pro céu e mal ver a lua, não enxergar nada além de uma escuridão infinita, me dá um nó na garganta. Esses dias houve uma dessas noites nubladas aqui, estava olhando pela janela e o céu estava escuro, não havia luar, estrelas, brilho, só um vento gelado e uma sensação estranha no ar. Às vezes a gente se olha no espelho e se vê como o céu em noite nublada, nos sentimos vazios, incompletos, sem nosso brilho, sem nossas estrelas, como se estivesse faltando a nossa essência. Mas o céu em noite nublada ainda possui suas estrelas, nós apenas não as enxergamos a olho nu, porque o nublado de um dia chuvoso as tamparam, mas elas ainda estão ali, entende? 

O fato de enxergamos não quer dizer que elas tenham ido embora. Então, quando você se olhar no espelho e enxergar apenas um nublado, uma escuridão tamanha, a ausência do seu brilho, das suas estrelas, fique calma, tudo isso ainda esta ai, é que houve algumas tempestades nos últimos dias e deixou essa névoa no ar. Mas elas ainda estão ai, sua bondade, sua fé na vida, sua vontade de realizar seus sonhos, os seus sonhos, ainda estão aí no seu céu, você não as enxerga porque a escuridão pode cegar os olhos das nossas almas, mas se você se atentar virá um brilho aqui, e outro ali, você não perdeu sua essência, seu brilho não foi embora junto com a tempestade que atingiu sua vida. E assim como o céu voltará a clarear, as estrelas voltaram a aparecer, a lua assumirá seu posto e a noite será um belo cenário para encantar os enamorados, para encontrar seus amigos e dar umas risadas, para dar uma volta no parque na companhia de um livro e uma playlist maneira, você voltará a enxergar tudo de mais bonito que há em você, porque ainda está ai. 

Entenda, ninguém pode roubar a tua essência, nem as dores, nem as decepções, nem os amores que não deram certo, nenhuma tempestade, por mais violenta que seja, pode varrer pra longe a essência que você possuí. Sei que às vezes parece que perdemos as forças, o chão some, o céu desaba, a sua voz se silencia na multidão, e parece mesmo que você perdeu tudo pelo caminho, mas não perdeu, ainda está ai, e existe um monte de gente, um monte de cenários esperando por você, existem pessoas que estão esperando a tua chegada, existem momentos que só terão vida se você se fizer presente neles, então, olhe mais uma vez no espelho, concentre-se bem, ainda há toda a sua via láctea, ainda há uma lua brilhante e redonda, e tudo isso que você possui pode mudar o mundo de alguém que também esta numa tempestade absurda. Pensa bem, vale a pena mesmo desistir? Vale a pena mesmo acreditar que sua essência foi embora? Vale a pena pensar que não haverá outras noites de verão? Não vale. Sabe o vale a pena? Pegar a estrelinha que ainda brilha, mesmo que fraquinha e em menor intensidade e iluminar a vida de quem esta em sua volta. Ela clareará não apenas o teu caminho, mas o caminho por onde você passar. 

Não fique presa as tempestades que você passou, não se prenda ao céu aparentemente escuro e sem estrelas, eles são transitórios e necessários, mas eles não definem quem você é, sua essência é brilhar. Brilhe! 

O que achou do texto? Deixe seu comentário e leia mais textos da Larissa aqui.

Você pode gostar também

0 comentários

Deixe sua opinião! Amamos entrar em contato com vocês.