Eu não volto mais

 
Não volto mais. 

Você me convidou pela nona vez para um café, e eu?! Assim como nas oito vezes anteriores inventei uma desculpa qualquer para não ir. Você sabe que não posso aceitar, você sabe que não irei voltar. Uma semana depois você me ligou dizendo que comprou agave e canela, você sabe que amo agave, mas terei que recusá-la e suportar a saudade, pois não sei se conseguiria tomar novamente um café com você. 

Esses dias fui com aquele vestido azul pra faculdade, aquele que você ama. Te vi e me escondi, pois não saberia resistir a você me olhando com esses lindos olhos castanhos, dizendo que estou linda e me chamando pra um café, me escondi porque não posso mais voltar. 

Depois de te ver, me perdi em pensamentos por um tempo lembrando de todas as vezes que quis te ensinar tango e você fez pouco caso, você sabe que sempre quis te ensinar. Hoje me pergunto se gostaria de aprender. Será que você mudou muito?! Será que ainda coça o nariz sempre que está nervoso?! Ou que ainda dorme com vários cobertores mesmo estando um calor de 30ºC... Acho que sente minha falta se não, não me chamaria para um café. Mas será?! Será que sente falta de mim como sinto sua falta?! 

Está difícil acreditar que acabou, mas não posso voltar. Não quero voltar, por mais que sinta sua falta. Tenho que aceitar que é melhor assim, e você também deveria aceitar. Sempre amei contos de fadas, mas na vida real só amor não basta. O fim do amor é uma das poucas coisas que um café não conserta. Mesmo assim, às vezes penso em aceitar seu convite e tomar um café olhando no castanho dos seus olhos.



Escrito por R. Bessa em resposta ao texto "Ela não volta mais". Para ler, clique aqui.  Você também pode enviar seu texto! Converse com a gente: 1quartodecafe@gmail.com

Você pode gostar também

0 comentários

Deixe sua opinião! Amamos entrar em contato com vocês.